O primeiro de muitos

Este foi o primeiro ano de muitas primeiras vezes para mim. O primeiro ano do Rabiscando Mundos, o primeiro ano de trabalho com RPG de mesa, o primeiro ano de digitalizar mecânicas de jogos de mesa, o primeiro ano de documentação dos meus cenários de RPG, o primeiro ano de muitas descobertas sobre a vida de maneiras distintas sobre o que realmente significa ter pessoas ao meu lado.

Eu sempre me perguntei durante toda a vida se sonhos poderiam se tornar reais e eu finalmente posso dizer que sim, eles podem, mas você vai sofrer muito antes de realizar cada novo sonho que você tiver. Eu lembro de quando eu era adolescente e quis estudar no IFSP e eu me formei lá e, durante o curso, um professor me disse que um dia eu faria parte da equipe do IFSP e, por quatro longos anos eu fui parte da equipe do IFSP e, logo que saí, eu comecei o Rabiscando Mundos que era um projeto que eu estava planejando desde que comecei a narrar RPG.

Profissionalmente falando, eu sempre pensei muito mais em como eu me sinto em relação ao que estou fazendo do que qualquer outra coisa. Eu tenho comigo que não há dinheiro algum no mundo que pague uma realização pessoal, mas tenho plena consciência de que dinheiro é consequência, é parte do processo e uma recompensa por um bom trabalho. O que me deixa mais confortável em relação ao trabalho é que qualquer coisa bem feita pode ser recompensada e a cada dia que passa eu tenho mais certeza de que isso é uma verdade.

Uma pessoa que conhece suas capacidades técnicas e suas habilidades interpessoais é capaz de dominar qualquer situação com maestria porque seus conhecimentos técnicos e sua capacidade de comunicação são o bastante para que todos reconheçam a pessoa como alguém capaz de superar qualquer desafio que lhe for proposto. Eu sei porque vivi isso. Eu resolvo problemas com muita facilidade não apenas por conta de criatividade para pensar em soluções, mas também porque sei como tornar um grande problema em algo pequeno para que eu possa resolver cada ponta solta que eu identificar.

Este meu jeito de olhar para a vida e compreender que certas coisas na vida são parte do processo, não o objetivo, é o que me faz querer seguir em frente. Dinheiro é consequência de trabalho, ativos são consequência de uma boa administração, passivos são consequência de bons investimentos assim como ser querido pelas pessoas é consequência de ser uma pessoa gentil. Tudo que acontece é consequência de algo e há uma razão por trás de cada coisa que acontece ainda que as pessoas não falem. Agora, acho que a questão do último texto do Rabiscando Mundos do ano de 2021 é a seguinte: O que foi que me trouxe até aqui e para onde eu quero ir?

Jogos acompanham minha vida desde que eu era uma criança. Sempre que eu queria aprender alguma coisa nova, eu sempre pensava que tudo era uma grande brincadeira e isso, sem sombra de dúvidas, é algo que me deixava animado para continuar fazendo o que eu queria fazer. Quando se aprende algo brincando, as chances de fixar o que você aprendeu são muito maiores. É como se a vida fosse um enorme RPG no qual você tem pequenas missões diárias para cumprir e um grande objetivo no final do arco de história da sua vida. Se é possível aprender brincando, por que não lavar os jogos um pouco mais a sério?

Levando a última pergunta em consideração, eu sempre tentei deixar tudo o que eu fazia de uma forma mais divertida e sempre procurava formas diferentes de resolver problemas graças aos jogos de estratégia em tempo real que me obrigavam a adaptar o que eu estava produzindo a fim de alcançar o objetivo do mapa. O mundo sempre exige que nos adaptemos para que possamos seguir em frente e, assim como na natureza, se você não souber se adaptar às mudanças constantes não haverá espaço para você. E sim, o que me trouxe até aqui foi a capacidade de me adaptar aos ambientes nos quais eu estou incluso.

Eu não posso agir da mesma forma em dois lugares diferentes. O que acontece comigo é que eu tenho, e sempre tive, uma postura muito austera em relação a tudo e a todos por conta da minha criação e da disciplina que desenvolvi para estudar, trabalhar e tudo mais. Essa combinação de conhecimento, disciplina, foco e assertividade me fizeram crescer.

Não tenho dúvidas de que o Bruno que está escrevendo este texto hoje não será o mesmo Bruno que escreverá o texto de encerramento do ano de 2022 porque o intervalo de um ano pode causar um abismo de mudanças em uma pessoa porque é tempo o bastante para que qualquer pessoa mude complemente seus hábitos, ideais e costumes, mas, como eu sempre digo, sua essência sempre permanecerá a mesma.

Este ano é foi um ano no qual que aprendi que devo agradecer por tudo. Pelas pessoas que entraram na minha vida, pelas coisas que estão ao meu redor, pela forma que as coisas aconteceram na minha vida, pelos objetivos alcançados tanto pessoal quanto profissionalmente e, principalmente, por ter me tornado uma pessoa que entende como as coisas acontecem ao meu redor ainda que algumas pareçam inexplicáveis. O mundo é um lugar estranho e não existe ninguém normal, então eu acho que está tudo bem.

O que eu espero para 2022? Pessoalmente, eu espero que minha vida melhore mais do que melhorou durante 2021 porque, em comparação à 2020, eu estou consideravelmente melhor. Eu tenho saúde mental para voltar a pensar com clareza sobre as coisas que eu quero alcançar na vida. Eu sei que eu só preciso trabalhar para ver os resultados é exatamente isso que quero para 2022: quero que as coisas que afetam minha produtividade fiquem longe de mim a nível profissional e que as coisas que atrapalhem minha vida pessoal fiquem ainda mais longe.

Espero que 2021 tenha sido um bom ano para você também. O ano pode ter sido consideravelmente caótico para todo mundo, mas eu aposto que houveram coisas boas para cada um de nós. Tudo o que aconteceu nos tornou ainda mais poderosos para seguir em frente sem medo do que vier pela frente. Coragem, força, esforço e muito suor é o que deve ser realizado para continuarmos sempre em frente de modo que, a cada ciclo encerrado, nós possamos nos tornar pessoas ainda mais capazes de sempre seguir em frente. Que seus rabiscos ganhem vida em 2022!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: